sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Pétala nº 1553

“Envelhecer é passar da paixão à compaixão.” 

Albert Camus, escritor e filósofo (1913-60) 
Prémio Nobel de Literatura, 1957

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Pétala nº 1552

“A irritabilidade, a agressividade e a tendência para corar têm uma coisa em comum, são variantes do medo.”

Vera Peiffer, psicóloga e psicoterapeuta inglesa (1953-), in “Pensamento positivo”, Ed. Presença, 1996

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Pétala nº 1551

“A liberdade nunca pode ser tomada por garantida. Cada geração tem de salvaguardá-la e ampliá-la.”

Nelson Mandela, estadista sul-africano (1918-2013) 
Prémio Nobel da Paz, 1993

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Pétala nº 1550

“Amuar é uma forma de interromper a comunicação de modo a punir os outros por não nos darem o que queremos.” 

Vera Peiffer, psicóloga e psicoterapeuta inglesa (1953-), in “Pensamento positivo”, Ed. Presença, 1996

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Pétala nº 1549

“As lágrimas de piedade consolam quando é um amigo que as derrama.” 

Alexandre Herculano, escritor português (1810-77)

domingo, 21 de agosto de 2016

Pétala nº 1548

“Quando se começa a viver no presente, em vez de no passado ou no futuro, descobrem-se muitas coisas que nos podem dar prazer.” 

Vera Peiffer, psicóloga e psicoterapeuta inglesa (1953-), in “Pensamento positivo”, Ed. Presença, 1996

sábado, 20 de agosto de 2016

Pétala nº 1547

“O livro é uma extensão da memória e da imaginação” 

Jorge Luis Borges, escritor argentino (1899-1986)

sexta-feira, 19 de agosto de 2016

Pétala nº 1546

“Cada um de nós tem de trabalhar para conseguir a sua própria felicidade e o seu próprio êxito.” 

Vera Peiffer, psicóloga e psicoterapeuta inglesa (1953-), in “Pensamento positivo”, Ed. Presença, 1996

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Pétala nº 1545

“O segredo do êxito na vida consiste em aproveitar a ocasião que se depare.” 

Benjamin Disraeli, escritor e político inglês (1804-81)

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Pétala nº 1544

“É a qualidade dos nossos pensamentos que determina a qualidade da nossa vida.” 

Vera Peiffer, psicóloga e psicoterapeuta inglesa (1953-), in “Pensamento positivo”, Ed. Presença, 1996

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Pétala nº 1543

“O mundo está cheio de pessoas com vontade: algumas com vontade de trabalhar e outras com vontade de as deixar trabalhar.” 

Robert Lee Frost, poeta norte-americano (1874-1963)

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Pétala nº 1542

“A diferença entre pessoas com e sem êxito é que a primeira insiste e a segunda desiste.” 

Vera Peiffer, psicóloga e psicoterapeuta inglesa (1953-), in “Pensamento positivo”, Ed. Presença, 1996

domingo, 14 de agosto de 2016

Pétala nº 1541

“O começo e o fim do amor defrontam-se um ao outro como enigmas.” 

Emanuel Wertheimer, filósofo alemão (1846-1916)

sábado, 13 de agosto de 2016

Pétala nº 1540

“A paixão é a arte do quotidiano.” 

Agustina Bessa-Luís, escritora portuguesa (1922-), in “Vale Abraão”, Guimarães Ed., 1991

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Pétala nº 1539

“Se é verdade que a religião por um lado liberta o homem do medo, por outro lado gere-o fortemente.” 

Federico Fellini, cineasta italiano (1920-93)

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Pétala nº 1538

“A verdade, seja a do mérito ou de qualquer outra coisa, causa medo.” 

Agustina Bessa-Luís, escritora portuguesa (1922-), in “Vale Abraão”, Guimarães Ed., 1991

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Pétala nº 1537

“Ter-se a consciência de que se é ignorante, constitui um grande passo na direcção da sabedoria.”

Benjamin Disraeli, escritor e político inglês (1804-81)

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Pétala nº 1536

“A virtude é um crime que deixa vestígios.”  

Agustina Bessa-Luís, escritora portuguesa (1922-), in “Vale Abraão”, Guimarães Ed., 1991

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Pétala nº 1535

“É mais fácil ser fiel a um restaurante do que a uma mulher.” 

Federico Fellini, cineasta italiano (1920-93)

domingo, 7 de agosto de 2016

Pétala nº 1534

“… o que é afinal o amor senão um sem número de envenenamentos a que se resiste para experimentar outros mais letais?” 

Agustina Bessa-Luís, escritora portuguesa (1922-), in “Vale Abraão", Guimarães Ed., 1991

sábado, 6 de agosto de 2016

Pétala nº 1533

“A indiferença é uma doença muito mais grave.” 

Fabrício Carpinejar, poeta e jornalista brasileiro (1972-)

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Pétala nº 1532

“Acusar os outros é a melhor maneira de nos livrarmos das nossas culpas.” 

Agustina Bessa-Luís, escritora portuguesa (1922-), in “Vale Abraão”, Guimarães Ed., 1991

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Pétala nº 1531

“Não há ordem sem justiça.”

Albert Camus, escritor e filósofo (1913-1960)
Prémio Nobel de Literatura, 1957

quarta-feira, 3 de agosto de 2016

Pétala nº 1530

“O dinheiro paralisa o músculo do riso.” 

Agustina Bessa-Luís, escritora portuguesa (1922-), in “Vale Abraão”, Guimarães Ed., 1991

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Pétala nº 1529

“A indiferença silenciosa, grave, quase benévola, é a manifestação legítima da morte de toda a crença.”

Alexandre Herculano, escritor português (1810-1877)

segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Pétala nº 1528

“O ciúme é um receio do prazer dos outros.” 

Agustina Bessa-Luís, escritora portuguesa (1922-), in “Vale Abraão", Guimarães Ed., 1991

domingo, 31 de julho de 2016

Pétala nº 1527

“A ignorância nunca resolve uma questão.” 

Benjamin Disraeli, escritor e político inglês (1804-81

sábado, 30 de julho de 2016

Pétala nº 1526

“O amor tem má memória”. 

Agustina Bessa-Luís, escritora portuguesa (1922-), in “Vale Abraão”, Guimarães Ed., 1991

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Pétala nº 1525

“Todos gostam do poder, mesmo quando não sabem o que fazer dele.” 

Benjamin Disraeli, escritor e político inglês (1804-81)

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Pétala nº 1524

“O peso de sentir! O peso de ter de sentir.”

Fernando Pessoa, poeta português (1888-1935), in “Livro do desassossego”, Ed. Tinta da China, 2014

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Pétala nº 1523

"Alguém dentro de mim mente para me proteger."

Fabrício Carpinejar, poeta e jornalista brasileiro (1972-)

terça-feira, 26 de julho de 2016

Pétala nº 1522

“Para o homem vulgar, sentir e viver e pensar é saber viver. Para mim, pensar e viver e sentir não é mais que o alimento de pensar.” 

Fernando Pessoa, poeta português (1888-1935), in “Livro do desassossego”, Ed. Tinta da China, 2014

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Pétala nº 1521

“Todo o mal e amargura pode ser consolado com amor.” 

Albert Camus, escritor e filósofo (1913-1960)
Prémio Nobel de Literatura, 1957

domingo, 24 de julho de 2016

Pétala nº 1520

“Cada um tem a sua vaidade, e a vaidade de cada um é o seu esquecimento de que há outros com alma igual. A minha vaidade são algumas páginas, uns trechos, certas dúvidas.” 

Fernando Pessoa, poeta português (1888-1935), in “Livro do desassossego”, Ed. Tinta da China, 2014

sábado, 23 de julho de 2016

Pétala nº 1519

"Os dias prósperos não chegam por acaso. Resultam de muito trabalho e persistência." 

Henry Ford, empresário norte-americano, fundador da Ford Motor Company (1863-1947)

sexta-feira, 22 de julho de 2016

Pétala nº 1518

“… a Humanidade divide-se entre aqueles que sabem amar e aqueles que não sabem.” 

Rosa Montero, escritora espanhola (1951-), in “Instruções para salvar o mundo”, Porto Ed., 2008

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Pétala nº 1517

“Raramente confiamos naqueles que são melhores do que nós.” 

Albert Camus, escritor e filósofo (1913-1960) 
Prémio Nobel de Literatura, 1957

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Pétala nº 1516

“A Humanidade divide-se entre aqueles que gostam de se meter na cama à noite e aqueles a quem ir dormir desassossega.” 

Rosa Montero, escritora espanhola (1951-), in “Instruções para salvar o mundo”, Porto Ed., 2008

terça-feira, 19 de julho de 2016

Pétala nº 1515

“Não existe testemunha mais terrível, acusador mais poderoso, do que a consciência que habita em nós.” 

Sófocles, poeta da Grécia Antiga (496aC-406sC)

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Pétala nº 1514

“A vida é tenaz. A vida teima cegamente em continuar a viver.” 

Rosa Montero, escritora espanhola (1951-), in “Instruções para salvar o mundo”, Porto Ed., 2008

domingo, 17 de julho de 2016

Pétala nº 1513

“As mulheres amam muito mais tempo antes de confessá-lo; os homens têm já deixado há muito de amar, quando continuam a confessá-lo ainda.” 

Emanuel Wertheimer, filósofo alemão (1846-1916)

sábado, 16 de julho de 2016

Pétala nº 1512

“… estamos mortos quando ninguém se preocupa connosco, quando ninguém nos vê, quando ninguém nos traz na memória… Aí, sim, morremos realmente.” 

Rosa Montero, escritora espanhola (1951-), in “Instruções para salvar o mundo”, Porto Ed., 2008

sexta-feira, 15 de julho de 2016

Pétala nº 1511

“Não há que ter vergonha de preferir a felicidade.” 

Albert Camus, escritor e filósofo (1913-1960) 
Prémio Nobel de Literatura, 1957

quinta-feira, 14 de julho de 2016

Pétala nº 1510

“…às vezes a vida aperta tanto que não deixa lugar para respirar.”

Rosa Montero, escritora espanhola (1951-), in “Instruções para salvar o mundo”, Porto Ed., 2008

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Pétala nº 1509

“A razão não nos diz que a guerra deve desaparecer um dia, mas diz-nos que devemos proceder como se a guerra devesse desaparecer.” 

Immanuel Kant, filósofo alemão (1724-1804)

terça-feira, 12 de julho de 2016

Pétala nº 1508

“Ah, o triste silêncio dos corpos fartos de se verem. Dos corpos que se ignoram por completo”. 

Rosa Montero, escritora espanhola (1951-), in “Instruções para salvar o mundo”, Porto Ed., 2008

segunda-feira, 11 de julho de 2016

Pétala nº 1507

“Para se desprezar o dinheiro, é preciso justamente tê-lo, e muito.” 

Cesar Pavese, escritor italiano (1908-50)

domingo, 10 de julho de 2016

Pétala nº 1506

“Não há nudez mais absoluta que a dos corpos nus que não são capazes de comunicar.” 

Rosa Montero, escritora espanhola (1951-), in “Instruções para salvar o mundo”, Porto Ed., 2008

sábado, 9 de julho de 2016

Pétala nº 1505

“Há o bem e o mal: o primeiro depende de nós; nós dependemos do segundo.” 

Emanuel Wertheimer, filósofo alemão (1846-1916)

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Pétala nº 1504

“A mágoa possui uma carga magnética negativa, é como um íman que repele em vez de atrair.” 

Rosa Montero, escritora espanhola (1951-), in “Instruções para salvar o mundo”, Porto Ed., 2008