quinta-feira, 3 de agosto de 2017

Pétala nº 1896

“As palavras são o muro de pedra e cal a fechar o horizonte infinito das grandes ideias claras.”

Florbela Espanca, poetisa portuguesa (1894-1930), in “As máscaras do destino”, Livraria Bertrand, 1981

Sem comentários:

Enviar um comentário